The Living Word Fellowship in English

 

As mensagens de John Robert Stevens fundamentadas na Bíblia eram tão vivas que começaram a ser chamadas de: A Palavra Viva.

Breve Histórico da A Palavra Viva

Em 1949, quando John Robert Stevens era um ministro pentecostal ordenado pelas Assembléias de Deus, ele começou a ensinar sua congregação sobre a restauração da pureza e do poder da Igreja apostólica do primeiro século descrita no livro de Atos. A essência dos seus ensinamentos enfatizava o Senhorio de Jesus Cristo e o retorno do governo da Igreja ao padrão descrito no Novo Testamento.

Embora biblicamente fundamentado, esse foi um passo ousado e muito diferente da doutrina denominacional da época – tanto que as Assembléias de Deus o destituíram do seu ministério pastoral em março de 1950. Vários congregantes que compartilhavam da mesma visão o seguiram para estabelecer a Capela da Graça em South Gate, Califórnia, em junho de 1951. Essa foi a primeira igreja fundada por John Robert Stevens. Dois anos mais tarde, em 1953, Stevens fundou a Capela da Graça em Honolulu.

Em 1955, durante um intenso período de sete meses de espera no Senhor, Stevens recebeu muitas verdades bíblicas que se tornariam os ensinamentos fundamentais da A Palavra Viva, assim como também as bases bíblicas de tudo que Deus viria a desvendar na contínua restauração da IgrejaA Restauração da Igreja

Após o declínio da Igreja na Idade Média, a grande apostasia anunciada por Joel e Paulo (Joel 1:1-4; II Tessalonicenses 2:3), iniciou-se um processo de restauração em que verdades, ministérios e dons há muito negligenciados começaram a ser restaurados à Igreja (Atos 3:21).

No início do século XVI, Martin Lutero e Ulrich Zwingli confrontaram a corrupção que havia na Igreja e colocaram ao alcance dos que criam um relacionamento pessoal com Cristo. A impressão da Bíblia em diferentes idiomas tornou as verdades contidas nas Escrituras mais accessíveis. No século XVIII, John Wesley iniciou um reavivamento que se expandiu de várias formas por todo o século XIX, culminando com o derramamento Pentecostal no século XX. Isso tudo conduziu à restauração dos dons e ministérios do Espírito e ao desvendar apostólico das Escrituras, tal como aconteceu na Igreja primitiva.

Essa restauração vem num contínuo desdobramento até os dias de hoje. Contudo, o cumprimento pleno da restauração envolve não somente a recuperação de tudo que se perdeu, como também o estabelecimento de um poder e uma unção superiores ao que a antiga Igreja apostólica possuía.
. Isso incluía a importância dos seguintes aspectos: esperar no Senhor, responsabilidade pessoal e diante da igreja, os dons do Espírito Santo como descrito em I Coríntios 12, os cinco ministérios fundamentais identificados em Efésios 4:11 e a celebração cristã das festas bíblicas.

Na década de 60, Stevens começou uma escola de ministérios na Capela da Graça em South Gate. Através de lições interativas, ele transmitiu o seu conhecimento de como dirigir um culto na igreja e como se mover nos dons do Espírito Santo. Essas lições continuaram por mais duas décadas. Em maio de 1965, Stevens dedicou a Igreja da Palavra Viva em Sepúlveda (atualmente North Hills), na Califórnia, a qual surgiu de reuniões nos lares no Vale de São Fernando em Los Angeles. Em 1968, Stevens fundou a casa publicadora da A Palavra Viva, hoje localizada em North Hollywood, Califórnia. No final dos anos 60 houve um enorme afluxo de pessoas a essas igrejas.

Embora Stevens inicialmente resistisse dar um nome ao grupo de igrejas que crescia, esse começou a ser conhecido como “O Caminhar”, ou “Este Caminhar”, devido a ênfase que Stevens dava ao fato de que cada cristão deveria ter um caminhar pessoal com o Senhor Jesus Cristo. Mas foram as suas mensagens fundamentadas na Bíblia, que por serem tão vivas motivaram o nome: A Palavra Viva.

Na década de 70, muitos pastores de todo o mundo vieram a John Robert Stevens pedindo para se afiliarem a ele e aos seus ensinamentos. Stevens os recebeu assim como um pai espiritual o faria. Isso resultou no acréscimo de cinquenta igrejas e grupos de estudos bíblicos que se tornaram membros voluntários por todos os Estados Unidos e em doze outros países. Em 1973, Stevens fundou a Igreja da Sua Santa Presença em Anaheim, Califórnia. Em 1974, começou-se a construir o Centro de Conferências de Shiloh em Kalona, Iowa. Stevens tinha uma programação intensa durante esses anos, conduzindo cerca de onze cultos por semana. Com a chegada da década de 80 toda uma nova geração de membros veio a conhecer o Senhor Jesus Cristo através do estilo singular do ministério de Stevens.

John Robert Stevens faleceu em 4 de junho de 1983. Antes de sua morte, ele comissionou Marilyn Stevens para supervisionar a administração e a direção espiritual da A Palavra Viva. Ele também comissionou Gary Hargrave para continuar o ministério de ensino das Escrituras para as igrejas da Palavra Viva.

Em 9 de junho de 1984, na Igreja da Palavra Viva em North Hills, Califórnia, Gary e Marilyn se casaram. Desde então eles têm guiado e ministrado às igrejas da Palavra Viva. Em meados da década de 80, um grupo de ministros e líderes foi comissionado a supervisionar as igrejas locais junto com Gary e Marilyn Hargrave.

Na década de 90, muitos congregantes de igrejas menores e de grupos de estudos bíblicos nos lares decidiram mudar-se para perto das igrejas originalmente fundadas por Stevens. Desde meados da década de 90, A Palavra Viva se concentra em desenvolver as igrejas como comunidades que criem um ambiente para o amadurecimento de cada cristão.

Apesar das muitas mudanças positivas que ocorreram desde que a Capela da Graça em South Gate foi fundada em 1951, a paixão dominante pelo ensinamento apostólico e ungido das Escrituras é o fio que entrelaça essas igrejas da A Palavra Viva.